Cerro da Rocha Branca
CNS: 462
Tipo: Povoado
Distrito/Concelho/Freguesia: Faro/Silves/Silves
Período: Idade do Ferro e Romano
Descrição: O sítio foi identificado por Caetano de Mello Beirão Mário e Rosa Varela Gomes, em 1979, na sequênci de algumas terraplanagens. Vestigios da Idade do Ferro, romano, árabe e medieval.Também conhecido por Cerro da Guerrilha. O espólio fornecido é típico das feitorias púnicas do Sul da península. A situação actual do sítio é francamente deplorável, no entanto é ainda possível encontrar materiais arqueológicos à superfície, em relativa abundância, designadamente cerâmicas pré-romanas (ânfora de tipologia ibero-púnica) e romana (terra sigillata), observa-se igualmente muita pedra solta de média e grande dimensão (material de construção de estruturas de defesa e habitacionais?) - informação de Carlos Fabião.
Meio: Terrestre
Acesso: Situa-se a cerca de 1 Km a ponte de Silves, entre a estrada nacional nº 124, que liga aquela cidade a Lagos, e o rio Arade.
Espólio: Fragmentos de cerâmica pré-romana (ânfora ibero-púnica) e romana (terra sigillata).
Depositários: Museu Municipal de Silves
Classificação: Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público
Conservação: Mau
Processos: S - 00462 e 2008/1(060)
Trabalhos (4)
Bibliografia (6)

Fotografias (12)
Quadrado C3 Trabalhos em D3 Denários consulares Denários consulares Fragmentos de Kylix Cerâmica pintada Espólio de C3 Espólio de C3 Vaso globular de bandas Vaso globular de bandas Extremidade distal de espeto de bronze Fragmento de taça carenada do Bronze Final