Quinta das Inglesas
CNS: 15527
Tipo: Malaposta/Mutatio
Distrito/Concelho/Freguesia: Leiria/Alcobaça/Aljubarrota
Período: Romano
Descrição: Trata-se de um caminho vicinal considerado por Vasco Mantas como fazendo parte da Via que ligava Eborobritium e Colipo. Actualmente encontra-se em más condições de preservação. Detectaram-se troços de calçada, vêem-se alguns fragmentos de cerâmica de construção (imbrices e lateres) numa extensão de 100 por 15 m. e com uma densidade média de 2 fragmentos por cada 10 m2. Ainda que os imbrices sejam "de feição romana", não sabemos se se trata de um sítio romano ou medieval. A ser um sítio romano poderia tratar-se de uma mutatio não só por ladear a via e por se estender em comprimento ao longo desta, mas tambem pelo tipo e área de dispersão dos vestígios (1500 m2). Relaciona-se com os CNS 33409 e 23218 que deverão ser outros troços da mesma via. O sítio é igualmente designado por Boavista de Baixo 1.
Meio: Terrestre
Acesso: Caminho que liga Alcobaça a Aljubarrota. A cerca de 150 m. para sudeste da Quinta das Inglesas, a bordejar, pelo lado norte, o caminho conhecido por "estrada de D. Maria".
Espólio: Detectaram-se troços de calçada, vêem-se alguns fragmentos de cerâmica de construção (imbrices e lateres) numa extensão de 100 por 15 m. e com uma densidade média de 2 fragmentos por cada 10 m2.
Depositários: -
Classificação: -
Conservação: Mau
Processos: 2000/1(527), 2003/1(154) e 98/1(773)
Trabalhos (4)
Bibliografia (1)

Fotografias (0)