Casa Branca
CNS: 19983
Tipo: Fortim
Distrito/Concelho/Freguesia: Beja/Ferreira do Alentejo/Odivelas
Período: Romano
Descrição: O recinto fortificado romano de Casa Branca situa-se na margem direita do barranco da Casa Branca sob um pequeno cabeço que domina visualmente uma vasta região. Apresenta planta rectangular, de assinalável regularidade, e foi construído com grandes blocos, não aparelhados, de rochas ígneas básicas, disponíveis nas proximidades mas não no local. As suas dimensões são de 80 metros de comprimento por 60 de largura. O acesso ao seu interior seria pela entrada do lado Norte que apresenta uma particular concentração de blocos que reforzariam aquele sector. Em relação à implantação do recinto, à regularidade do seu traçado e à técnica de construção utilizada, que será possível caracterizar como "aparelho ciclópico", o recinto encontra evidentes paralelos nos chamados "recintos-torre" de La Serena, Badajoz, ou nos "recintos ciclópicos" do Alentejo Central. As hipóteses para enquadrar esta estrutura são duas: ou de controlo do eixo viario romano ou de um dos modelos mais antigos de povoamento ensaiados pelos romanos, na época que se segue à pacificação da Hispania.
Meio: Terrestre
Acesso: -
Espólio: Fragmentos de mós, blocos de escória de apreciável dimensão, cerâmica comum, tegulae, asas de ânforas béticas Haltem 70, fragmentos de cerâmica Dressel 7/11 e um fondo de almofariz de pé anelar.
Depositários: -
Classificação: -
Conservação: -
Processos: -
Trabalhos (0)
Bibliografia (0)

Fotografias (0)