Monte Salgado
CNS: 20329
Tipo: Habitat
Distrito/Concelho/Freguesia: Coimbra/Cantanhede/Cadima
Período: Romano
Descrição: Nos anos noventa, aquando de trabalhos de preparação das terras para o plantio de vinha, detectaram-se fragmentos cerâmicos de época romana e bases de colunas em pedra de Ançã, entre outros elementos que as máquinas agrícolas teriam destruído. O testemunho recolhido de pessoa que presenciou os trabalhos de surriba (senhor Arlindo Louro) leva a afirmar que os elementos arquitectónicos exumados terão sido novamente enterrados (MARQUES 1994 II: 29). Prospecção realizada por este investigador terá permitido "testemunhar uma grande concentração de material cerâmico à superfície (...) quer de cerâmica de construção, quer de cerâmica doméstica comum. Particularizamos o achado de três pesos de tear, um deles com marca de oleiro, onde ainda se pode observar as letras "AE...".
Meio: Terrestre
Acesso: À entrada para o Zambujal, vindo da estrada para Arazede (EN 335), logo a seguir às fontes, toma-se caminho à direita, coincidente com traçado fóssil de provável via antiga. A estação localiza-se à esquerda, em limite da vinha com o pinhal, na zona mais elevada do cabeço.
Espólio: Cerâmica de construção; cerâmica comum; pesos de tear.
Depositários: Museu da Pedra - Cantanhede
Classificação: -
Conservação: Destruído
Processos: 2001/1(062)
Trabalhos (2)
Bibliografia (2)

Fotografias (0)