Santa Luzia
CNS: 36149
Tipo: Villa
Distrito/Concelho/Freguesia: Santarém/Coruche/Coruche, Fajarda e Erra
Período: Romano
Descrição: O sítio localiza-se na margem norte do rio Sorraia, a jusante da vila de Coruche, na encosta a que a ermida de Santa Luzia fica sobranceira, tendo como limite poente o edifício da antiga fábrica de moagem do Vale do Sorraia e a sudeste a E.N. 114-3, com cotas entre os 34 m e os 22 m de altitude. Citando Margarida Monteiro (2000), "a estação arqueológica de Santa Luzia constitui o sítio arqueológico mais importante em termos de quantidade de fragmentos cerâmicos recolhidos entre o conjunto de estações arqueológicas com materiais romanos até à data identificados no concelho de Coruche. No conjunto cerâmico recolhido nesta estação podemos encontrar diversas categorias cerâmicas e distintos fabricos e formas, distribuídos pelas épocas romana e medieval moderna, como sejam as ânforas, a cerâmica cinzenta, os dolia, a cerâmica comum e a cerâmica vidrada. Apesar de o espólio apresentar abundantes fragmentos seguramente romanos, nomeadamente as cerâmicas finas (como a terra sigillata), já no que concerne à cerâmica comum verifica-se um equilíbrio entre os períodos cronológicos identificados."
Meio: Terrestre
Acesso: Pela E.N. 114-3, à saída da vila de Coruche, na direção de Salvaterra de Magos, antes de chegar à Horta da Fábrica, numa área de curva em U com bastante visibilidade. A ermida de Santa Luzia fica-lhe sobranceira.
Espólio: Lasca cortical; Ânforas (12 frags inventariados): Fabrico lusitano (vale do Tejo ou Sado); Classe 20 (Dressel 14) de fabrico lusitano (vale do Tejo ou Sado); Fabrico Bético da Classe 25 (Dressel 20); Classe 15 (Haltern 70) de pasta grosseira da Bética; Classe 23 (Almagro 51-C) de fabrico lusitano (vale do Tejo ou Sado). Terra Sigillata (27 frags. inventariados): T.S. Sud-Gálica de La Graufesenque (Drag.15/17, 27); T.S. Hispânica (Ritt.8, Drag.27); T.S. Africana A1, A1/2 (Hayes 26), C1 (Hayes 48A), C2, C2 ou C3 (Hayes 48B), D. Dolia (10 frags inventariados). Cerâmica Cinzenta (21 frags. inventariados). Cerâmica Comum (92 frags. inventariados: romano; romano/medieval e medieval/moderno). Cerâmica de construção (tegulae; imbrices; elemento de friso; tijolos de coluna).
Depositários: -
Classificação: -
Conservação: Regular
Processos: 99/1(300)
Trabalhos (0)
Bibliografia (2)

Fotografias (0)