Ponte de Trajano e colunas comemorativas
CNS: 880
Tipo: Ponte
Distrito/Concelho/Freguesia: Vila Real/Chaves/Santa Maria Maior
Período: Romano
Descrição: Ponte da antiga de 'Aquae Flaviae', formada por 18 arcos sendo actualmente apenas visíveis 16. É construída em cantaria de granito, com enormes aduelas, formada de olhais de volta perfeita com timpanos. Para além da ponte a classificação engloba as duas colunas comemorativas do tempo dos imperadores Vespasiano e Trajano. As colunas que actualmente se conservam na ponte romana de Trajano são a coluna comemorativa da construção da ponte datada de 104 e uma cópia do designado Padrão dos Povos, dedicado em 79 pelas 10 civitates, aos imperadores Vespasiano e Tito ao legado propector de Augustus, ao legado e ao procurador de Augustus, e à Legio VII Gemina Félix. Na coluna comemorativa da construção da ponte e segundo a interpretação de Rodrigues Colmenero pode ler-se: Imp(eratore) caes(are) Nerva / Traiano avg(usto) ger(manico) / dacico pont(ifice) Max(imo) / trib(unicia) pot(estate) co(n)s(ule) V p(atre) p(atriae) / Aqviflavienses pontem lapidevm / de svo f(aciendum) c(uraverunt). Sendo imperador o César Nerva Trajano augusto germânico, cônsul pela quinta vez, pai da pátria; os Aquiflavienses levantaram à sua custa esta ponte de pedra. No padrão dos povos, segundo a interpretação do mesmo autor pode ler-se: Imp(eratori) caes(ari) Ve[sp(asiano) avg(vsto) pon-t(ifici)] / max(imo) trib(unicia) pot(estate) [XX p(atri) p(atriae) co(n)s(uli) IX] / imp(eratori) Vesp(asiano) caes(aris) av[g(usti) f(ílio) pon-t(ifici) trib(unicia) pot(estate)] / VIII imp(eratori) XIIII co[(n)s(uli) VI] / (damnatio memoriae) / C(aio) Calpetano Ra[ntio Qvirinali] / Val(erio) Festo leg(ato) a[vg(usti) pr(o) pr(aetori)] / D(ecio) Cornelio M[eciano leg(ato) avg(usti)] / L(ucio) Arruntio Max[imo proc(uratori) avg(usti)] / leg(ioni) VII gem(inae) / civitates [X] / Aqviflavienses [Aobrigens(es)] Bibali Coel[erni Eqvaesi] / Interamic[i Limici Aebisoc(i)] / Qvarqverni Ta[magani]. Estas dez civitates (povos), a saber, Aquiflavienses, Aobrigenses, Bíbalos, Coelernos, Equésios, Interâmicos, Límicos, Aebisocos, Quarquernos e Tamaganos fazem a presente dedicatória ao césar imperador Vespasiano augusto pontífice máximo, quando gozava da vigésima potestade tribunícia, pai da pátria , cônsul pela nona vez. Do mesmo modo ao césar imperador Vespasiano , filho de augusto, pontífice, gozando da oitava potestade tribunícia e da décima quarta imperatória, cônsul pela sexta vez (dammatio memoriae de Domiciano). Também a Caio Calpetano Râncio, Quirinal Valério Festo, legado propretor de augusto, a Décio Cornélio Maeciano, legado de augusto, a Lúcio Arrúncio Máximo, procurador de augusto e, finalmente, à legião sétima gemina feliz.
Meio: Terrestre
Acesso: Ponte sobre o rio Tâmega, na Rua Cândido Sotto Mayor.
Espólio: -
Depositários: -
Classificação: Classificado como MN - Monumento Nacional
Conservação: -
Processos: S - 00880
Trabalhos (1)
Bibliografia (24)

Fotografias (0)