Alto do Castelo
CNS: 3085
Tipo: Povoado Fortificado
Distrito/Concelho/Freguesia: Vila Real/Vila Real/Torgueda
Período: Idade do Ferro, Romano e Idade Média
Descrição: Povoado fortificado de médias/grandes dimensões, localizado num amplo cabeço destacado no vale do rio Sordo. Tem razoáveis condições defensivas naturais, mas apresenta sobretudo uma excelente implantação estratégica, dominando visualmente amplos troços dos vales do Sordo e do Corgo, e controlando a passagem natural para Sul em direcção ao Douro. No topo do povoado, que formaria uma pequena acrópole, foi construída a pequena capela da Senhora dos Remédios. O terreiro da capela foi feito em aterro, pelo que os vestígios arqueológicos nesta área poderão talvez estar simplesmente ocultados, e não destruídos. Nas encostas Oeste e Norte, as mais acessíveis, notam-se dois taludes artificiais, que tudo indica corresponderem a duas linhas de muralha, consecutivas, que delimitam plataformas de consideráveis dimensões. Aqui, o mato que cobre o solo não permite uma boa visualização, mas são vários os derrubes extensos de pedras que poderão pertencer a antigas estruturas, ainda que esta leitura seja igualmente dificultada pela grande quantidade de muros recentes de divisão de propriedades. Na encosta Norte, existe uma interessante estrutura escavada na rocha. Consiste numa única câmara profunda, pequena e rectangular. A parede do fundo apresenta um grande e profundo nicho. Uma das paredes laterais apresenta outro pequeno nicho, enquanto que a cabeceira é ladeada por dois pequenos nichos, ambos em forma de oratório. Poderá tratar-se assim de um eremitério rupestre, presumivelmente de época medieval. Foi também aqui que se encontrou o único material cerâmico de superfície, um fragmento de rebordo de tegula. Também é referido o aparecimento de uma fíbula de bronze. Assim, tudo indica que este povoado terá tido origem na Idade do Ferro, com sequência de ocupação na romanização e quase de certeza na Idade Média.
Meio: Terrestre
Acesso: O povoado é sobranceiro à aldeia de Arnadelo, e a partir do largo da aldeia sai um caminho empedrado que leva ao topo do monte e à capela da Senhora dos Remédios
Espólio: fíbula de bronze
Depositários: -
Classificação: -
Conservação: Regular
Processos: -
Trabalhos (1)
Bibliografia (3)

Fotografias (0)