Monte do Outeiro
CNS: 2538
Tipo: Villa
Distrito/Concelho/Freguesia: Beja/Cuba/Cuba
Período: Romano
Descrição: Segundo J. Alarcão são visíveis alicerces à superficie, mas insuficientes para se identificar o tipo de estação, que Abel Viana classificou de "villa rustica" ou "vicus" fortificado. No século XVIII Frei Francisco de Oliveira fala de "grandes e levantadas paredes", que seriam para ele as ruínas de um castelo fundado pelos Romanos, berço da actual vila de Cuba. Achados de moedas de prata e bronze do Imperador Constantino, mosaicos, 1 túmulo de pedra com esqueleto e vaso lacrimal, cerâmica grosseira, sigilatta, cerâmica comum e tegulae. Em ambos os moinhos aqui situados existem reaproveitamentos de pedra romana. Na encosta sudoeste há vestígios de muros fazendo ângulo entre si, que têm nalguns sítios 0,64m e noutros 0,54m de espessura. Foi igualmente identificada a necrópole.
Meio: Terrestre
Acesso: Seguindo a estrada que vai de Cuba para a Vidigueira a pouco mais mais de 1000m para Este da vila.
Espólio: Cerâmica comum, pesos de tear, lucerna, terra sigillata, vidros, contas de colar, moeda.
Depositários: ERA Arqueologia, S.A.
Classificação: -
Conservação: Regular
Processos: S - 02538 e 2004/1(265)
Trabalhos (6)
Bibliografia (5)

Fotografias (0)