Casais Velhos
CNS: 5
Tipo: Villa
Distrito/Concelho/Freguesia: Lisboa/Cascais/Cascais e Estoril
Período: Romano e Medieval Cristão
Descrição: "Villa" provida de complexo industrial de tinturaria ou curtumes. Os primeiros trabalhos de escavação dirijidos por Afonso do Paço e Fausto Amaral Figueiredo, pôs a descoberto alguns restos de edifícios e um cemitério onde se encontraram diversos objectos. As escavações posteriores puseram a descoberto um aqueduto, reservatório, balneário e diversos alicerces. Possuía três locais distintos de enterramento, dois a Sul e um a poente. As sepulturas eram do tipo caixa, delimitadas por esteios de calcário afeiçoados, sendo alguns cantarias de antigas estruturas. Os esqueletos encontravam-se em decúbito dorsal, voltados a nascente, acompanhados por jóias, armas, moedas e vasilhas. A cerca de 200 metros a Oeste da "villa" foram encontrados dois silos tapados com lajes circulares.
Meio: Terrestre
Acesso: A cerca de 400 metros a norte da povoação de Areia.
Espólio: Numismas, artefactos em bronze, fragmentos de cabo tosco, fragmentos de sigillata, fragmento de cerâmica estampada.
Depositários: Museu dos Condes de Castro Guimarães
Classificação: Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público
Conservação: -
Processos: S - 00005
Trabalhos (1)
Bibliografia (10)

Fotografias (2)
Edificio principal - Casais Velhos (Areia) Tanques Emicirculares - Casais Velhos (Areia)