Castro de Alvarelhos/ Castro de São Marçal
CNS: 791
Tipo: Povoado
Distrito/Concelho/Freguesia: Porto/Trofa/Alvarelhos e Guidões
Período: Idade do Ferro, Romano e Idade Média
Descrição: Sítio com uma longa ocupação, particularmente importante no período romano. Aglomerado urbano romano de estrutura ortogonal cuja cronologia se situa entre os meados do século I e meados do século V. Foram postas a descoberto na plataforma central várias estruturas urbanas:dois edifícios separados por um arruamento. A ocupação prolonga-se até ao final do século XV: é composta por uma igreja de dimensões relativamente reduzidas de planta rectangular com apenas uma nave e por uma extensa necrópole de inumação (com 27 sepulturas). Foram também recolhidos dois tesouros monetários, um capitel e um fragmento de coluna.
Meio: Terrestre
Acesso: O acesso faz-se através da estrada nacional nº 318 no sentido de Vilarinho para Água Longa, estrada que delimita a estação no seu lado Sudoeste.
Espólio: Cerâmico, vítreo, metálico, numismático e lítico.
Depositários: Museu Nacional de Arqueologia e Museu da Sociedade Martins Sarmento
Classificação: ZEP - Zona Especial de Protecção
Conservação: Bom
Processos: S - 00791, 2005/1(370), 90/1(087)-A, 92/1(047), 98/1(708) e JN10/1(032)
Trabalhos (9)
Bibliografia (3)

Fotografias (15)
Vista parcial da área intervencionada em 1995, após a remoção da banqueta transversal ( orientação Oeste / Este) Pormenor de laje integrada no pavimento em saibro, com estrutura de assentamento de um poste para suporte da estrutura de cobertura, em que se pode apreciar o travamento da laje efectuado com fragmentos de tégulas colocadas na vertical. Pormenor da vala de sondagem no interior do aposento n° 2 do edificio n° 2, onde pode apreciar-se o aparecimento do alicerce da parede Oeste. Vista geral da área intervencionada no Sector B, Subsector A3, onde pode ver-se o prolongamento do muro transversal que define o espaço da praça pelo lado Sudoeste ( orientação Sul / Norte ) Vista geral do final dos trabalhos, do muro Sul do edificio n° 1. Pode ver-se a estrutura interna paralela ao muro que se encontra ao nível do alicerce. ( orientação Este / Oeste) Vista geral da área intervencionada que compreende a escavação de 1995 e 1996 ( orientação Noroeste / Sudeste) Pormenor de sepultura medieval com enquadramento das estruturas romanas ( aposento IX da fase 4. ).( orientação Norte / Sul ) Vista final dos trabalhos da área intervencionada com enquadramento das estruturas da área pública e respectivos arruamentos 8 orientação Noroeste / Sudeste) Vista parcial da área intervencionada em 1995, após a remoção da banqueta transversal. Pormenor da cozinha mencionada anteriormente com destaque para o lajeado em opus quadriculatum, estrutura de lareira composta por dois muros que definem um rectângulO aproveitando o cunhal Oeste da estrutura. Vista aérea parcial da área intervencionada. Pormenor do aposento VIll da fase 4 ao nível do pavimento de ocupação. Vista parcial da área intervencionada, com o enquadramento ao fundo da intervenção de 1995/96, onde é visível o muro Sul da praça Macellum. Vista parcial da área intervencionada tomada a partir do Cardus Oeste. Pormenor da abside do aposento IX da fase 4. Pormenor do pátio lajeado 11 de acesso à estrutura identificada como aposento IX da &se 4.