Zambujeiro 1
CNS: 6219
Tipo: Villa
Distrito/Concelho/Freguesia: Beja/Serpa/Pias
Período: Idade do Bronze, Romano e Medieval Islâmico (Achado Isolado (molde).)
Descrição: O sítio Zambujeiro 1 corresponde a uma Villa romana implantada numa suave encosta voltada a nascente junto ao barranco do Zambujeiro. À superfície apareceram fragmentos de terra sigilata clara A, ânfora, dolia, lucerna, pesos de tear, tijolos de coluna, escória, mó, moedas e um fragmento de inscrição, dispersos por uma área de aproximadamente 15000m2. No Museu Arqueológico de Serpa encontra-se ainda um molde islâmico que parece ter sido encontrado nas imediações desta villa romana; trata-se de uma placa paralelepipédica de ardósia, comuma inscrição em cúfico numa das faces e quatro crescentes com diferentes dimensões na outra. Uma ocupação coeva foi aferida em 2015 por uma interface de contornos irregulares valado, com cerâmicas de cronologia romana associados à dispersão de materiais da Villa romana (fragmentos cerâmicos de fabrico comum, elementos de tear, dolium e sigillatas). Uma ocupação anterior foi observada na intervenção, do período pré-histórico, de duas fossas, um hipogeu e uma estrutura ovalada. Uma fossa sub-circular de perfil em "saco" apresentava dois depósitos com diversos fragmentos cerâmicos de fabrico manual sendo alguns pertencentes a taças com carena que nos permitem associar este contexto especificamente com a Idade do Bronze. A segunda fossa sub-circular, de paredes irregulares, com 4 depósitos associados a fragmentos cerâmicos de fabrico manual, nomeadamente de taças com carena, um fragmento de cadinho e dois pingos de liga de cobre, igualmente articulado com a Idade do Bronze. Distam as fossas 50m, sendo a ultima a 20m de um hipogeu. Este, terá sido bastante arrasado. A área da antecâmara não é mais do que uma pequena parte de uma rampa e a câmara apenas mantinha uma pequena parcela do teto. Poderemos inferir que este hipogeu do Bronze deverá corresponder ao Tipo A estabelecido para Montinhos 6 (Baptista et al. 2012). Relativamente ao enchimento, detetou-se um nível com restos de argila e alguns blocos pétreos que deveriam pertencer ao fecho. Na base da câmara foi recuperado um vaso - um recipiente esférico com colo, mas não foram identificados vestígios de restos ósseos humanos. Registo ainda a uma estrutura de planta ovalada e perfil trapezoidal onde foram recolhidos 4 líticos talhados (Pré-história Recente); uma estrutura sub-retangular com paredes retas e fundo plano; uma estrutura em negativo de planta sub-circular com paredes retas e fundo plano,e uma estrutura em negativo composta por dois módulos: o primeiro módulo apresenta um perfil periforme com planta ovalada e diz respeito a cerca de metade da estrutura; na segunda metade verifica-se um modulo de planta circular e perfil em U. Não foram recolhidos quaisquer elementos artefactuais que permitam propor um enquadramento cronológico para estas estruturas.
Meio: Terrestre
Acesso: Implantada numa suave encosta voltada a nascente junto ao barranco do Zambujeiro.
Espólio: Terra sigillata clara A, ânfora, dolia, lucerna, pesos de tear, tijolos de coluna, escória, mó, moedas, fragmento de inscrição e um molde islâmico.
Depositários: -
Classificação: -
Conservação: -
Processos: 2001/1(289) e 2008/1(809)
Trabalhos (3)
Bibliografia (1)

Fotografias (0)