Ponte do Arquinho
CNS: 6312
Tipo: Miliário
Distrito/Concelho/Freguesia: Vila Real/Valpaços/Possacos
Período: Romano
Descrição: Nas imediações da Ponte do Arquinho são referidos dois marcos miliários distintos. Um, referido inicialmente por Albino Lopo e por Lereno Barradas, encontra-se desaparecido, e não se lhe conhece a inscrição. O outro é um conhecido miliário de Maximino e Máximo, datável dos anos 236-238, e que tem a importante característica de assinalar a reconstrução da ponte. No entanto, há alguma confusão entre este marco miliário e outro eventual miliário da Ponte de Vale de Telhas (CNS 19369), que apresenta a mesma inscrição. Alguns autores pensam que se trata de um só marco miliário, havendo confusão sobre a sua verdadeira origem, se a ponte do Arquinho ou a ponte de Vale de Telhas. Outros não excluem a possibilidade de se tratar de dois marcos diferentes com a mesma inscrição, cada um relacionado com a sua ponte, havendo confusão porque as inscrições não referem nem o nome da ponte nem as milhas. Neste caso, então o miliário da ponte do Arquinho encontra-se desaparecido, enquanto que o miliário da ponte de Vale de Telhas está actualmente na entrada da aldeia de Vale de Telhas, junto à capela de Nossa Senhora de Fátima. A inscrição, fornecida inicialmente por Argote no século XVIII, e que é igual à inscrição do miliário que se encontra em Vale de Telhas, diz o seguinte: IMP CAES C IVL / VERVS MAXVMINVS P F AVG / GER M[A]X [S]A[RMATICVS] M[A]X / PONT M[A]X TR P V / I[M]P VII P P COS / PCOS C IV[L] VERVS MAXVMVS / [NOB]ILISSIMVS CAES G[E]R M[A]X / SAR MAX PRINCEPS IVENTVTIS / F N IM[P] [C]AES G / IVL VERI / MAXIMINI P F AVG VIAS E[T] PONTES / [TE]MPORIS VETVSTATE / [C]ONLAPSOS RESTITVERE [C]VRARVNT / CVR Q DECIO LEG AVGG P / P [C V]
Meio: Terrestre
Acesso: -
Espólio: -
Depositários: -
Classificação: -
Conservação: -
Processos: 84/1(118)
Trabalhos (1)
Bibliografia (11)

Fotografias (0)