Castro de Ul
CNS: 4655
Tipo de Trabalho: Prospeção Geofísica
Ano do Trabalho: 2013
Projeto: PNTA/2011 - Proto-História da Bacia do Antuã
Estado: Relatório Aprovado
Data de Início: 20/05/2013
Data de Fim: 31/12/2013
Objetivos: Manter um programa regular de limpeza e manutenção do sítio arqueológico; Disponibilizar à população em geral, e aos visitantes do Parque Temático Molinológico em particular, a possibilidade de aceder às estruturas escavadas por Maia Marques. Criar condições para a valorização do sítio arqueológico; Monitorizar o estado de conservação das estruturas arqueológicas exumadas em escavações anteriores; Assegurar a salvaguarda dessas mesmas estruturas procedendo à sua limpeza, remoção de espécies infestantes e consolidação; Efectuar a caracterização geofísica da área em estudo usando o método da resistividade eléctrica combinado com o método do geo-radar, com o objectivo prioritário de identificar zonas com maior potencial arqueológico. Proceder à caracterização geoquímica do sítio arqueológico, através da análise de amostras de solo. Possibilitar, a médio prazo, recolha de elementos capazes de permitirem a compreensão das estratégias de ocupação do território do entre Douro e Vouga inscrito
Resultados: A utilização de métodos de prospecção geofísica, permitiu identificar algumas áreas de maior potencial arqueológico, nomeadamente as identificadas no texto da referida dissertação de mestrado de Tikondane Phiri, conjugadas com as que resultam do relatório técnico de Eduardo Silva/Fernando Almeida e a dissertação de mestrado de Luís Café onde se sugerem, através da cartografia, quatro locais de escavação supondo que a ocupação estaria condicionada pela litologia do substrato ou do constituinte dos aterros. A intervenção de consolidação, por seu turno permitiu garantir a salvaguarda das estruturas arqueológicas evitando-se a continuação da sua desagregação devido aos factores climatéricos e ao comportamento humano. Embora tenhamos a noção de que, se houver uma intenção deliberada de vandalizar não será a consolidação das estruturas que impedirá esse tipo de acção.
Responsável: João Tiago Rodrigues de Almeida Tavares
Co-Responsáveis: -
Pessoas (relação): -