Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e de Saneamento do Alto Zêzere e Côa

Projeto arqueológico
  • Designação

    Categoria C - ações preventivas

  • Ano do Início/Conclusão

    2002/

  • Estado

    Aprovado

  • Objetivos

    Melhor conhecimento do terreno e do risco arqueológico das diferentes áreas afectadas pela obra. Vila Cova de Alva, Alqueve e Pomares - O principal objetivo dos trabalhos arqueológicos consistiu na prevenção da afetação de eventuais vestígios de interesse arqueológico ou patrimonial. Nesse sentido, foram realizadas 3 sondagens de diagnóstico prévio.

  • Resultados

    No subsistema do Caldeirão não foram detectados vestígios, nem estruturas com interesse arqueológico. Emissário e sistemas elevatórios de Pêro Soares - foi localizada uma calçada em blocos de granito. Em Rasas (2003) - A mancha superfícial de vestígios arquelógicos não tem correlato evidente em quaisquer níveis arqueológicos em contexto estratigráfico seguro, pelo menos na zona abrangida pelos trabalhos de sondagem. Em Arrifana/Gonçalo Bocas (2003) foi confirmada a inexistencia de impacto arqueológico na área do projecto. Na Central de Compostagem (Quinta das Areias), Souto Alto e Alcaria (2003) foi confirmada a inexistencia de impacto arqueológico na área do projecto. No troço do Casteleiro (2003) não foram identificados vestígios arqueológicos. No troço de Sequeira/Pousada (2003) não foram identificados vestígios arqueológicos. Travessia do Sabugal (2003) não foram identificados vestígios com relevância arqueológica. Nos trabalhos do Sistema do Salvador (2004) não foram identificados vestígios arqueológicos. Na remodelação da ETA de Ranhados (2004) concluiu-se que a construção da original ETA não permitiu a conservação de qualquer nível ou esterutura arqueológica. O acompanhamento arqueológico no Subsistema de Cascoveiro resultou num impacto negativo no registo arqueológico e de património construído. Na ETAR da Aldeia de João Pires (2004) não foram identificados vestígios arqueológicos. Na zona industrial e zona sul de Penamacor (2004), foi identificada uma sepultura escavada na rocha que foi devidamente sinalizada e protegida. No emissário de Malta/Lameiras não foram identificados vestígios arqueológicos. Os trabalhos de acompanhamento arqueológico realizados durante o ano de 2005 no Emissário e sistemas elevatórios de Pêro Soares, não permitiram a identificação de qualquer tipo de vestígio ou nível arqueológico conservado. Acompanhamento da ETAR de Bemposta: não foram identificados vestígios arqueológicos. Acompanhamento da ETAR de Barroca: não foram identificados vestígios arqueológicos. prospecções na área dos reservatórios e EE's do subsistema da Sr.ª do Desterro: foram identificadas algumas ocorrências patrimoniais, nomeadamente arquitectónicas. Sistema de saneamento de Moimenta da Serra/Vinhó: trabalhos de prospecção permitiram averiguar que não se prevem impactes negativos sobre o património arqueológico na área do projecto. Subsistema de Corgas/Sandomil: verificou-se a existência de um conjunto de ocorrências de relevante valor patrimonial, nomeadamente 2 de cariz arqueológico. Alargamento do Mondego superior - parte norte - concelhos Aguiar da Beira - identificaram-se 19 ocorrências inéditas de interesse arqueológico Celorico da Beira - relocalizaram-se 6 ocorrências de valor arqueológico, e Fornos de Algodres - detectaram-se quatro sítios arqueológicos na área do projecto. Subsistema de saneamento de Pena Verde - apenas foram identificadas alminhas e um relevo em Mosteiro. Subsistema da Fumadinha/Carvalhal do Eiró, Salgueirais/St.º António e Ponte dos Juncais: foram identificadas 48 ocorrências patrimoniais inéditas, das quais 19 são de interesse arqueológico. Sondagens na calçada da ponte da Ribeira, revelaram tratar-se de uma via de época contemporânea, com possibilidade não confirmada de terem existido nesse local calçadas de cronologia anteriores. Emissário Gravítico no Subsistema de Saneamento de Alvôco da Serra - Concurso EF Lote 2: Não foram identificados vestígios patrimoniais preservados. Sistema Multimunicipal de Abastecimento de Água e de Saneamento do Alto Zêzere e Côa - Subsistema do carapito - Consurso EF Lote 1: Foram identificados três elementos patrimoniais de cronologia moderna/contemporânea. Subsistema de Saneamento Concurso E- F - Lote 2 - Subsistema de Moimenta da Serra/Vinhó, Gouveia - não se identiifcaram ocorrências de valor arqueológico. Subsistema da Folhadosa - Seia - não se identificou qualquer ocorrência arqueológica ou patrimonial. Subsistema de Cabeça -

  • Responsável

    NÃO SE APLICA

  • Co-Responsáveis

    Ana Maria da Costa Oliveira, Anabela Ferreira Gonçalves, Andréa Martins de Oliveira, António José Gaspar Abrantes, António Manuel Palheiro Coutinho Carvalho, Bruno Gonçalo Trabulo Camilo da Silva, Bárbara Rafaela Pinto de Sá Carvalho, Carlos Alberto Roque Neto Chaves, Carlos Emanuel Araújo Ferreira, César Leandro Pereira Guedes, Dário Emanuel Rodrigues das Neves, Fernando Gabriel Pereira dos Santos, Francisco José Ribeiro Henriques, Gina Maria Mendes Dias, Gisela Margarida Gonçalves Salsa Braga, Gustavo Filipe Santos Assunção, Iván García Pelaéz, José António Ferreira Pereira, João Carlos Lopes Nunes, João Carlos Pires Caninas, Luís Filipe Tavares Gonçalves, Luísa Maria Pineda Cabello, Maria Pilar Miguel dos Reis, Maria de Fátima Tavares Marques, Maria de Lurdes Cunha de Oliveira, Marta Filomena Azevedo Nunes, Miguel Filipe Pereira Marques, Miguel Jorge Gomes Tavares de Almeida, Mónica Patrícia Gomes de Almeida e Silva Corga, Ricardo Fernando Gaidão Pascoal Barbosa da Costa, Ricardo Ávila Ribeiro, Rosa Maria Salvador Mateos, Susete Neves Ferreira e Sílvia Maria Almeida Coelho

  • Pessoas (relação)

    -

Trabalhos (94)

Relatórios (-)