Tapada do Bufo I

Sítio (3319)
  • Tipo

    Necrópole

  • Distrito/Concelho/Freguesia

    Guarda/Celorico da Beira/Vale de Azares

  • Período

    Alta Idade Média

  • Descrição

    Necrópole constituída por 8 sepulturas, sendo 5 delas antropomórficas e as restantes não antropomórficas. (Tente, 2008) Localiza-se numa encosta com várias plataformas e pequenos cabeços (onde abundam os afloramentos e penedos), sobranceira à Ribeira da Cabeça Alta. As sepulturas encontram-se a 490 m de altitude (Tente, 2010) No que concerne às dimensões, os comprimentos variam entre 99 cm - 1,87 m e as larguras máximas entre 32 cm - 59 cm. Em duas das sepulturas o antropomorfismo foi definido através da escavação dos cantos laterais na cabeceira. Foi identificado um caso em que duas sepulturas (uma de adulto e outra de criança) se encontram em conexão directa. Foi também registada uma sepultura totalmente partida, o que impossibilitou um registo completo. Destaque-se a possibilidade de uma das sepulturas ter sido reaproveitada como lagar ou pia ou até como pequena lagareta, na medida em que se observa a presença de um orifício na parte inferior, permitindo o escoamento de líquidos para outra área do afloramento que foi intencionalmente aplanada. Identificou-se ainda um lagar escavado na rocha junto a uma das sepulturas.(Tente, 2008) Junto a outra identificaram-se escassos fragmentos de cerâmica de construção (tegulae), que parecem testemunhar a existência de um habitat hoje praticamente imperceptível. A. Valera e A. Martins (1994) apenas publicam cinco sepulturas. Catarina Tente (Tente, 2010), numa publicação em 2010, refere a existência de nove sepulturas, tal J. C. Lobão, A. C. Marques e D. Neves (2006).

  • Meio

    Terrestre

  • Acesso

    Através de estrada que vai das aldeias em direcção à praia fluvial e daí seguindo no sentido do Monte Verão. [2002/1(154)]

  • Espólio

    Escassos fragmentos de cerâmica de construção (tegulae).

  • Depositários

    -

  • Classificação

    -

  • Conservação

    Mau

  • Processos

    2002/1(154) e 92/1(295)

Bibliografia (5)

A ocupação alto-medieval da encosta noroeste da Serra da Estrela. Trabalhos de Arqueologia (2007)
Arqueologia medieval cristã no Alto Mondego. Ocupação e exploração do território nos séculos V a XI (2010)
Celorico da Beira e o seu concelho através da história e da tradição. (1939)
Levantamanento Arqueológico do Concelho de Celorico da Beira. Relatório do Trabalho de Campo.. Trabalhos de Arqueologia da E.A.M. (1994)
Património Arqueológico do Concelho de Celorico da Beira: subsídios para o seu inventário e Estudo. Praça Velha, Revista Cultural da Cidade da Guarda (2006)

Fotografias (1)

Localização