Quinta do Carvalhal

Sítio (605)
  • Tipo

    Balneário

  • Distrito/Concelho/Freguesia

    Santarém/Constância/Santa Margarida da Coutada

  • Período

    Romano

  • Descrição

    Consiste este balneário no "praefurnium", com duas escadarias de acesso, o "fornax", construção ovalada com revestimento em barro, o "hypocaustum", revestido ao nível do solo por "laterae" de diferentes dimensões, ao qual se adossam duas estruturas absidais (parede sul). Ainda servido pelo "hypocaustum", existe uma pequena sala, possivelmente o "laconicum". Encostado a parede norte do "hypocaustum", encontra-se o tanque para água fria, revestido a "opus signinum". Dois degraus procedem a sua ligação com o pavimento de uma grande sala adjacente ("frigidarium").Num corte existente nesta sala, é possível detectar dois pavimentos sobrepostos, evidenciando aparelhos de construção diferenciados, facto que confirma o uso prolongado das termas. Este espaço foi utilizado posteriormente como local de enterramento; a atesta-lo a descoberta de um túmulo na base de um tanque, construído com materiais provenientes do balneário. Existem ainda inúmeros seixos rolados. A estação terá tido (?) em ano incerto uma intervenção de Manuel Heleno, numa zona de olival. Este sítio também é conhecido por Alcolabra.

  • Meio

    Terrestre

  • Acesso

    O acesso faz-se pela estrada nacional n.º 118 em direcção a Tramagal, virando à esquerda antes da Ribeira de Alcolobra.

  • Espólio

    Moeda tardo-romana, fragmentos cerâmicos.

  • Depositários

    Museu Monográfico de Conímbriga

  • Classificação

    -

  • Conservação

    Regular

  • Processos

    S - 00605 e 90/1(034)

Bibliografia (10)

Balneário romano da Quinta do Carvalhal. Informação Arqueológica (1986)
Carta Arqueológica do Concelho de Constância (2004)
Fouilles de Conimbriga (1979)
Las termas y balnea romanos de Lusitania (2004)
Necrópole da Herdade do Carvalhal (Constância). Arqueologia do Vale do Tejo (1987)
Necrópole romana do Carvalhal. Informação Arqueológica (1986)
O balneário romano da Quinta do Carvalhal, Constância Sul. Arqueologia (1987)
Sepultura luso-romana descoberta no concelho de Constância. Museu (1966)
Traços essenciais da geografia política e económica do Vale do Tejo na época romana. Arqueologia do Vale do Tejo (1987)
Vestígios romanos em Abrantes e arredores: Nota sobre uma planta arqueológica. O Arqueólogo Português (1964)

Fotografias (0)

Localização