Prospeção (2001)

Trabalho arqueológico
  • CNS

    23218

  • Tipo

    Prospeção

  • Ano do trabalho

    2001

  • Projeto

    PNTA/98 - A Civitas de Collipo - Povoamento, Metalurgia e Arqueomagnetismo

  • Estado

    Relatório Aprovado

  • Data de Início

    -

  • Data de Fim

    -

  • Objetivos

    Conhecer melhor a natureza e área de dispersão dos vestígios de algumas estações inéditas anteriormente identificadas e detectar novos sítios.

  • Resultados

    Vertente de declive acentuado. Estrada antiga que ligava Aljubarrota a Alcobaça por Riba Fria, conhecida por "estrada de D. Maria". Pedro Gomes Barbosa já tinha admitido tratar-se de uma via romana, referindo a existência de troços de calçada, junto ás bombas da GALP de Aljubarrota. A erosão, provocada pelas águas das chuvas, deste antigo caminho permitiu-nos efectivamente detectar vários tramos de calçada, alguns dos quais remontarão, certamente, ao tempo de D. Maria. Todavia, na zona da ladeira, junto à Qinta das Inglesas, detectou-se um troço com características bem mais antigas, medievais e/ou romanas. Grandes pedras, com mais de 1 m. de comprido, a marginaram a via nesta zona de subida fazem-nos lembrar em muito as características das vias romanas. Torna-se, porém, difícil atribuir inequivocamente este tramo à época romana, ainda que saibamos que a via que ligava collippo a Eburobrittium passaria, necessariamente, nesta área. Todavia será mais plausível considerar esta via uma criação medieval (sobre um caminho secundário romano?) relacionada com as necessidades de ligação do mosteiro de Alcobaça a Leiria. A se assim, a via romana principal deveria seguir pela "Carreira Velha" que serve o importante sítio romano de Carvalhal de Aljubarrota.

  • Responsável

    João Pedro Pereira da Costa Bernardes

  • Co-Responsáveis

    -

  • Pessoas (relação)

    -

Relatórios (-)